Loading...

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Lembrando o tema da Campanha da Fraternidade deste ano


Campanha da Fraternidade 2011

cartaz-campanha-da-fraternidade-2011          Campanha da Fraternidade de 2011 aborda o tema do aquecimento global e das mudanças climáticas. A considerar as intempéries climáticas que estão sistematicamente assolando as populações, de forma cada vez mais intensa e em quantidade sempre crescente, a temática é plenamente justificável.



No entanto, é necessário dizer que a questão é envolta de polêmicas. A causa desse desequilíbrio climático é discutida pelos pesquisadores e basicamente existem dois grupos. Há os que entendem que o aquecimento global é oriundo de processos da própria natureza e os que afirmam que o planeta está apresentando aquecimento devido ás grandes quantidades de emissões de gases de efeito estufa, que se intensificarem a partir do momento da industrialização de muitos países, ou como alguns preferem, é resultante de causas antrópicas.
A resolução deste impasse nos meios especializados não parece ser fácil, e nem pretendemos resolvê – lo. Mas uma coisa é indubitável, nossa experiência constata que mudanças climáticas estão em curso e que já alteramos substancialmente o planeta. E, considerando que o clima da Terra é resultante, em parte, da interação dos seres que o habitam, torna – se difícil negar que alterações, como as derrubadas de florestas, modificações nas águas marinhas e na atmosfera, que recebeu uma carga imensa de gases de efeitos estufa, não contribuam para mudanças climáticas que verificamos.
E a considerar a gravidade da situação e de suas consequências, basta citar que os órgãos da ONU já falam na existência de 50 milhões de “migrantes do clima”, não podemos deixar de agir em prol de melhores condições para o nosso planeta. Sobretudo, porque, o aquecimento global e as mudanças climáticas exigirão mais sacrifícios dos mais pobres e menos protegidos. Cruzar os braços diante de tal desafio significa irresponsabilidade tamanha para com as gerações futuras, pois ainda podemos fazer algo em prol da vida do planeta.
Neste sentido, a identificação das ações que mais emitem gases de efeito estufa é um passo importante para buscarmos alternativas que resultem em menores índices de emissões de gases efeito estufa, como pretendemos com o texto.
E que a palavra de Deus e a caminhada quaresmal rumo a Páscoa do Senhor Jesus Cristo possam nos despertar para o exercício do cuidado para com a vida do planeta que pede socorro.

Fonte: Livro da Campanha da Fraternidade 2011 (Texto-Base)

Nenhum comentário:

Postar um comentário